CLAREAMENTO DENTAL

A técnica introduzida em 89 utilizava um líquido de peróxido carbamida a 10%, em moldeiras conformadas à vácuo e confeccionadas num material rígido e frágil à base de polipropileno. As instruções indicavam a utilização das moldeiras durante 14 dias contínuos, exceto durante as refeições. As alterações foram as seguintes:

- consistência gel aderente em vez de líquida.
- material da moldeira mais flexível.
- reservatórios nas moldeiras para aumento da quantidade existente de ingrediente ativo.
- período de contato diário mais curto.
- concentrações váriadas de ingrediente ativo.
- controle de qualidade melhorado, devido à presença de fabricantes reconhecidos na comercialização destes produtos.
- eliminação do receio relativo aos efeitos colaterais graves, visto que a ciência e o conhecimento clínico, vieram substituir as teorias iniciais.

Atualmente existem 13 concentrações de 3% - 50% de ingrediente ativo, peróxido carbamida ou peróxido de hidrogênio. No caso do ingrediente ativo, cerca de dois terços de peróxido carbamida corresponde á ureia, ou seja: peróxido carbamida a 10%, contém 7% de uréia e 3% de peróxido de hidrogênio. A presença da ureia tem como objetivo a estabilidade do H2O2 ( agua oxigenada - nt). Clinicamente, o peróxido de carbamida causa menos efeitos colaterais e é mais estável quimicamente que o H2O2 isolado. Com relação as concentrações, nenhuma é a "melhor" para todas as pessoas. Todas elas clareiam os dentes. Um processo mais lento geralmente minimiliza os efeitos colaterais. Contudo, os efeitos colaterais observados, foram todos transitórios. (NT
- efeitos colaterais: sensibilidade dentária e irritação dos tecidos moles - gengiva , língua e mucosa bucal).

Clareamento ativado por laser ou luz:

Vantagens:
- acelera o processo de branqueamento.
- "início em pico" para os casos difíceis - é util para remoções de pigmentações intensas provocadas por fluorose, tetraciclinas e problemas endodôticos (canal).

Desvantagens:
- preço (elevado).
- exige muito tempo e trabalho intenso do profissional.
- a sensibilidade pós-operatória pode ser enorme, mas geralmente desaparece em cerca de 24 horas.

Fatos aprendidos nesses anos de monitorização clínica dos clareamentos em consultório.

- a dentição natural da maioria das pessoas acima de 50 anos acumula pigmentações de tons castanho -laranja- amarelo e uma coloração mais escura que diminuem significativamente com o branqueamento.
- os dentes clareiam visivelmente quando tratados com formulações de baixa concentração de peróxido utilizadas durante várias semanas em casa, ou com formulações de concentração mais elevada aplicadas durante algumas horas no consultório.
- o grau de clareamento relaciona-se diretamente com o tempo de contato e a concentração do ingrediente ativo.
- não foram evidentes efeitos colaterais prolongados com qualquer das duas tecnicas.
- os dentes branqueados de forma correta mantem a cor durante vários anos.
- pode-se efetuar um retratamento mais tarde se o paciente consome habitualmente café, coca-cola, chá , etc.


Fonte: CRA- Clinical Research Associates Newsletter - junho 1997.
 
 
Parte do conteúdo da palestra " A Clinica Geral na Era da Especialização", realizada em 14/09/2006, nas dependências da APCD-Ipiranga